Dia dos Namorados: “Não deixe o amor passar...”

Edição: 344 Publicado por: Patrícia Rocha em 06/06/2013 as 10:53

 
Leitura sugerida

No próximo dia 12, quarta-feira, vamos comemorar mais um Dia dos Namorados! Dia de dizer que ama, de abraçar, de apertar, de beijar... sem economias!

O Dia dos Namorados, surgiu, de acordo com a versão mais conhecida, na Roma antiga (498 d.C.), quando o padre Valentim foi contra as ordens do imperador Cláudio II, que proibiu o casamento durante as guerras por acreditar que os solteiros eram melhores combatentes. Assim, o padre continuou a celebrar casamentos. Por ter se recusado a renunciar ao Cristianismo, foi sentenciado à morte. Na prisão, se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão. Antes de morrer, escreveu uma mensagem de adeus para a amada, pois naquele tempo padres podiam se casar, onde assinava como “Seu Namorado”.

Em homenagem ao padre, nos Estados Unidos e em alguns países da Europa, o “Dia dos Namorados” é chamado de “Dia de São Valentim” sendo comemorado em 14 de fevereiro. No Brasil, a data foi mudada para 12 de junho, um jeito de estimular as compras neste período do ano.

Como é bom se apaixonar! E os sintomas são bem claros...

Nos estágios iniciais da paixão, os pensamentos românticos ocupam 85% do nosso tempo; o cérebro estimula a produção de hormônios e neurotransmissores, responsáveis por diversas modificações fisiológicas; as pupilas dilatam e o apaixonado involuntariamente mantém os olhos focados na pessoa amada; mais sangue circula nos vasos, por isso, os lábios ficam cheios e rosados; o coração atinge 150 batimentos por minuto, as glândulas apócritas produzem feromônios de atração, a dopamina provoca descontrole motor e tremor no corpo... ufa! E tem mais... Para beijar, o ser humano movimenta 29 músculos: 12 dos lábios e 17 da língua, um beijo apaixonado tem a pressão de 12 quilos sobre os lábios! Uma pessoa troca, em média, 24 mil beijos ao longo da vida. Muita coisa não é? Mas todas, deliciosas de sentir!

Se você tem namorado ou namorada, aproveite esse dia e sinta todas as emoções acima, se você, está de “rolo” com uma pessoa que faz você muito bem, mas ainda não decidiu o que quer, aproveite esse dia e decida!

Como nos diz o poeta Carlos Drumond de Andrade: Não deixe o amor passar...

Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês. Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar junto chega a apertar o coração, agradeça: Deus lhe mandou um presente – o amor. Por isso preste atenção nos sinais, não deixe que as loucuras do dia-a-dia deixem você cego para a melhor coisa da vida: O Amor

Feliz Dia dos Namorados!!!

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...