Decreto 42

Edição: 345 Publicado por: Redação em 13/06/2013 as 14:15

 
Leitura sugerida

Como resultado das solicitações apresentadas consequentes de reunião realizada no dia 14/05/2013, na sede do Sindicato, aconteceu no dia 04/06/2013, na Prefeitura de Valença, uma reunião com o prefeito Dr. Álvaro Cabral e seu secretário de Fazenda, Paulo Roberto Russo, onde foram tratados vários assuntos. Em relação ao pedido principal, de revogação do Decreto 42, ficou acertado que será emitido novo Decreto tratando da questão das exigências dos Bombeiros. Na ocasião foi apresentada uma Minuta do novo Decreto, que foi debatida e analisada detalhadamente. Cada participante ficou com uma cópia da Minuta para ser avaliada com mais calma e ser apresentado um texto final no próximo encontro com o Prefeito, já agendado. Ficou acordado que todas as Notificações que foram feitas em relação ao Decreto 42 estão suspensas e quem precisar solicitar alvará de funcionamento, poderá fazê-lo apresentando apenas um protocolo do pedido de vistoria dos Bombeiros. Para conseguir esse protocolo, os interessados deverão acessar o site dos Bombeiros, que terá link de acesso disponível no site da Prefeitura Municipal de Valença e futuramente no site do Sicomércio. Fonte: Sicomércio Valença.

 

Dez unidades de ensino

O secretário de Estado de Educação, Wilson Risolia, anunciou, na quarta-feira (05), durante audiência pública da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), que, até janeiro de 2014, dez novas escolas serão inauguradas no estado. Ele acrescentou que, em 2013, seis novas instituições de ensino médio foram criadas para suprir a carência de aulas, em sua maioria, no período diurno.

Durante a reunião, o secretário apresentou o relatório anual da pasta e mostrou que o abandono na rede caiu pelo segundo ano consecutivo, que houve melhora na taxa de rendimento e que a redução da defasagem idade/série reduziu de 60% para 43% no último ano. Ele destacou também o programa Dupla Escola, onde os alunos estudam em tempo integral e, além de cursarem o ensino médio, devem optar entre os cursos técnicos oferecidos, que variam de acordo com as necessidades da região onde as escolas estão instaladas.

Diretora do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe/RJ), Marta Moraes reclamou das condições de trabalho dos professores e pediu a valorização do profissional através de um “salário digno”. “A incorporação das gratificações, a melhoria salarial e o investimento na formação dos funcionários administrativos são fundamentais no processo de ensino e de aprendizagem”, defendeu Marta. Fonte: Assessoria Alerj.

 

Mais de 3,2 mil vagas

Estão abertas as inscrições para 3.203 vagas gratuitas em cursos técnicos do SENAI do Rio, oferecidas através do Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego). Podem participar do processo seletivo alunos das escolas estaduais que estejam cursando o segundo ou o terceiro ano do Ensino Médio regular, do EJA (Educação de Jovens e Adultos) ou do Programa Autonomia, do governo estadual. As inscrições podem ser feitas até o dia 30 de junho, no site da Secretaria de Estado de Educação (http://www.rj.gov.br/web/seeduc/exibeconteudo?article-id=1616760), que também ficará responsável pela seleção dos candidatos. O processo seletivo levará em conta o desempenho escolar.

As oportunidades neste segundo semestre são para os cursos técnicos em Administração (Niterói, Nova Friburgo), Alimentos (Vassouras), Automação Industrial (Jacarepaguá/RJ, Macaé, Niterói, São Gonçalo, Volta Redonda), Comunicação Visual (Maracanã/RJ), Construção Naval (Barra Mansa), Design de Móveis (Petrópolis), Edificações (Maracanã-Unidade Solda/RJ), Eletrônica (Barra Mansa, Benfica/RJ, Jacarepaguá/RJ), Eletrotécnica (Barra do Piraí, Jacarepaguá/RJ, Macaé, Maracanã-Unidade Solda/RJ, Niterói, Nova Friburgo, Santa Cruz/RJ), Logística (Barra Mansa, Cinelândia/RJ, Macaé, Niterói, Nova Friburgo, Pádua, Santa Cruz/RJ), Manutenção Automotiva (Maracanã-Unidade Solda/RJ, Resende), Mecânica (Benfica/RJ, Campos, Macaé, Resende, Santa Cruz/RJ), Petróleo e Gás (Benfica/RJ, Macaé), Programação de Jogos Digitais (Maracanã/RJ), Redes de Computadores (Nova Friburgo) e Segurança do Trabalho (Maracanã-Unidade Solda/RJ, Macaé, Nova Friburgo, Niterói, Nova Iguaçu, Petrópolis, Resende, Santa Cruz/RJ).

As aulas no SENAI estão previstas para iniciar na primeira quinzena de agosto e serão ministradas de segunda a sexta-feira, nos turnos da manhã, tarde e noite, dependendo do curso e da unidade escolhida. Os cursos técnicos do SENAI certificam com Diploma de Técnico de Nível Médio e oferecem teoria e prática em oficinas e laboratórios que reproduzem o ambiente real das indústrias. Mais informações sobre as vagas do SENAI no Pronatec também podem ser consultadas em www.cursosenairio.com.br/pronatec ou pelo 0800 0231 231.

 

Jovens de BP reflorestam

Cerca de sessenta alunos da Escola SESI de Barra do Piraí, com idade entre doze e dezesseis anos, participaram de ação do Projeto Cultivar, programa de reflorestamento da Mata Atlântica, às margens do Rio Guandu, parceria da MMX, mineradora do Grupo EBX, com a FIRJAN (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro). O evento, realizado na quinta-feira (06), contou com a participação de cerca de mil alunos de escolas públicas de Queimados e das Unidades SESI e SENAI do Rio de Janeiro, Petrópolis, Barra do Piraí e São Gonçalo. Até agora, o Programa Cultivar já reflorestou 145 hectares da Área de Proteção Ambiental (APA) Guandu, uma área do tamanho de 203 campos de futebol na dimensão do gramado do novo Maracanã. Desde o início do projeto, em 2011, mais de cinco mil crianças, adolescentes e adultos de escolas de todo o estado participaram de programa. No último plantio, o Cultivar alcançou o número de mais de cem mil mudas nativas de Mata Atlântica plantadas na região.

A gerente de Meio Ambiente e Responsabilidade Social da MMX, Dilri Batista, ressalta que a atuação da companhia vai além do plantio das árvores. “O trabalho continua. São várias etapas após o plantio, como a manutenção do local e adubação constante. Todas essas etapas são acompanhadas pela MMX”, explica. Fonte: Assessoria Firjan.

 

Queixas contra Viação

A Comissão de Transportes da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), presidida pelo deputado Marcelo Simão (PSB), realizou na terça-feira (11/06) audiência pública para debater os serviços prestados pela empresa Auto Viação 1001. De acordo com o parlamentar, foram recebidas denúncias e reclamações sobre os valores das tarifas, constantes acidentes envolvendo os veículos da empresa e descaso com os usuários, principalmente os idosos.

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...