OAB

Edição: 317 Publicado por: Gustavo Abruzzini em 28/11/2012 as 10:46

 
Leitura sugerida

Em disputado pleito, realizado na segunda-feira (26), a OAB-Seção Valença/Rio das Flores elegeu com 72 votos (34,63%) a chapa “Azul é você na OAB”, liderada pelo advogado Fábio dos Anjos Souza Batista. A chapa “Nova OAB Valença” com o advogado João Flávio Dantas Paschoal da Silva teve 68 votos (32,69%) e a chapa “Nova Opção” do advogado Bruno Abritta Ventura obteve 64 votos (30,76%). Na OAB/RJ, a vitória coube ao advogado Felipe Santa Cruz que, em Valença, teve o apoio da chapa “Nova OAB Valença”.

Comando

Será na manhã de sexta-feira, dia 7 de dezembro, a solenidade de passagem de comando do 1º Esquadrão de Cavalaria Leve “Esquadrão Tenente Amaro”. Despede-se de Valença, após dois anos marcantes à frente desta unidade, o major de Cavalaria, Sandro Silva Ruiz. Para o seu posto, assume o major de Cavalaria, Camilo Pereira Antunes. A solenidade deverá ser dirigida pelo general de Brigada, Mário Antonio Ramos Antunes, comandante da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel).

Discurso

E no almoço de confraternização, promovido pela Associação Comercial e Industrial de Valença, no domingo (25), o ponto alto ficou por conta do discurso do presidente da entidade, o empresário Wellington Elias que criticou abertamente o desinteresse da classe dos empresários em se unir à instituição, para participar, mais efetivamente, dos destinos do município. O desabafo ficou de bom tamanho, se surtirá efeito é outra história.

Mão dupla

Leitores que residem nas proximidades da rua Domingos Mariano, no trecho que vai da rua Dom André Arcoverde até a rua Comendador José Fonseca, protestam com a situação que passaram a conviver desde a introdução do estacionamento rotativo, no Centro de Valença. Para aquela rua fugiram os motoristas que querem evitar o pagamento do rotativo, porém, para tal, têm estacionado junto às calçadas dos dois lados e defronte algumas saídas de garagem. Como a rua é de mão dupla e nesta situação só há passagem para um veículo por vez, instalou-se o caos.

Juparanã

O segundo distrito movimentou-se neste final de semana. Um grupo de pessoas, incomodadas com a falta de soluções para questões consideradas fundamentais, promoveu o Movimento SOS Juparanã, ato público suprapartidário, na tarde do sábado (24), na praça Duque de Caxias. Entre os pontos destacados, a recuperação da Estação Ferroviária, marco da história da ferrovia no país, além dos problemas gerados com a implantação da Cedae e com a manutenção do imóvel do CAIC.

Juparanã 2

Quanto à Cedae, a situação é de revolta, pois várias pessoas estão com nome no SPC, embora não tenham acesso a água tratada. Já no CAIC, onde funciona o Colégio Municipal Pedro Paulo, o prédio apresenta problemas estruturais que pedem reforma.

Juparanã 3

E para não dizer que não falei de flores, na manhã da terça-feira (27), no Clube Social foram apresentados os guarda parques e o projeto arquitetônico da sede do Parque Estadual da Serra da Concórdia, em Barão de Juparanã. O evento foi conduzido pela diretora do parque, Maria Lucila Chicarino Varajão Spolidoro.

Hoje

E na noite de hoje (29), haverá o lançamento do Consultório de Medicina Estética da doutora Paula Almeida, no Espaço Viver (Parque Pentagna).

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...