O reconhecimento do papel da agricultura familiar na economia

Edição: 443 Publicado por: Prof. Juliano P. Gonçalves em 14/05/2015 as 09:20

 
Leitura sugerida

Não é novidade nas estatísticas mundiais que a agricultura familiar é a grande responsável pela produção de alimentos, sendo, portanto, a base para o que chamamos de segurança alimentar e nutricional das populações. Em recente estudo, divulgado pela unidade de estatísticas (NASS), do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, o USDA (http:/www.agcensus.usda.gov/), tendo por base dados de 2012, ficou evidenciado que cerca de 97% das mais de 2 milhões de propriedades rurais identificadas no censo agropecuário são representadas por unidades familiares. Constatou-se também que cerca de 88% dessas unidades são de pequeno porte, com seu modelo de comercialização fortemente apoiado nos sistemas de venda direta aos consumidores. Esses dados revelam o papel importante que a agricultura familiar assume na economia de um país, fornecer alimentação em quantidade e com qualidade adequada ao consumo da população, a um preço justo e também capaz de contribuir para manter o homem no campo. E o preço é um dos aspectos importantes a considerar na atividade desempenhada pelo agricultor familiar. O problema do preço é um dos aspectos tratado dentro do conceito de multifuncionalidade na agricultura. Esse referencial conceitual, que tem conteúdo político e doutrinário, reconhece a capacidade que o agricultor tem de contribuir para a promoção de serviços de preservação da natureza, da biodiversidade, de contribuir para a manutenção dos laços de integração, cooperação social, tradições agroalimentares e manifestações de natureza cultural (festas, ritos, artesanato, tradições, etc) e, no campo econômico, de contribuir para a geração de renda e para o desenvolvimento local e regional de um dado território.

A questão é que o sistema de preços, para a teoria da multifuncionalidade, não reconhece esse conjunto de serviços essenciais prestados pela agricultura familiar, ou seja, o preço pago ao produtor rural não contempla esses serviços, não reconhece e remunera essa prestação de serviços.

 

Esse conteúdo é exclusivo para assinantes. Assine já e tenha acesso ao conteúdo na íntegra!

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...