Tem muita coisa boa acontecendo...

Edição: 470 Publicado por: Fabrício Itaboraí em 19/11/2015 as 07:17

 
Leitura sugerida

Tem muita coisa boa acontecendo pela cidade. Obras públicas por todos os lados: Hospital, estrada Valença-Barra do Piraí e agora Teatro Rosinha de Valença. Sem falar das empresas que se instalaram depois do incentivo fiscal concedido pelo Governo Estadual. Acredito que nosso governador esteja retribuindo o caminhão de votos que recebeu na última eleição.

Assim, em breve, muito breve veremos os resultados de tantos investimentos. Não será estranho se a primeira criança nascida na maternidade de Valença inaugurada no ano de 2030 poderá ser o primeiro musicista de carreira de fama internacional a realizar um concerto no moderníssimo Teatro Rosinha de Valença totalmente reformado e reinaugurado no ano de 2060.

O mais bacana que essa criança nascida no Hospital, que inclusive tem um museu com umbigo de um ex-candidato a prefeito, vereador e irmão do ilustre deputado, digo, senador, não, secretário de meio ambiente, não, não... Ministro do Meio Ambiente. Enfim, esse musicista chegará na cidade vindo em segurança pela estrada quase inacabada, faltando apenas alguns retoques que liga nossa cidade à cidade de Barra do Piraí.

Brincadeira à parte, esse texto não está longe da realidade, afinal são inúmeras as obras públicas iniciadas na cidade. Começam sempre em períodos eleitorais, são saudadas por dezenas de cabo eleitorais, mas que nunca chegam ao fim.

Não existe planejamento, nem respeito com a população e muito menos com o erário público. Os orçamentos sempre estouram, acaba o dinheiro, empreiteiras desistem e não acontecem novas licitações. Então, são feitos contratos de urgência e mais dinheiro público é jogado fora em obras que nunca terminam.

Parece absurdo associar o que acontece com nossa cidade com a tragédia da cidade de Mariana (MG). Mas só parece, porque guardadas as dimensões dos terríveis acontecimentos, tanto lá quanto aqui, a ganância de empreiteiros e políticos faz do povo sua vítima preferida.

Enquanto o deputado anuncia mais uma obra para a cidade, pessoas continuam se acidentando e perdendo a vítima nessa “maldita” estrada. Pais perdem seus filhos, filhos perdem seus pais.

Não é diferente com o hospital, a saúde da cidade é uma bomba relógio. Todos os políticos da cidade deixaram o Hospital Geral fechar. Centenas de trabalhadores continuam sem receber seus direitos trabalhistas.

O que aconteceu em Mariana, todas as vítimas, as mortes, o desastre ambiental, os milhares sem abastecimento de água e os danos que irão permanecer durante décadas, também acontece aqui e em muitos outros lugares e o motivo é sempre o mesmo, ganância, poder e dinheiro.

Ano que vem irão inaugurar alguma coisa, qualquer coisa e iniciar dezenas de outras obras. Mais firmas virão para a cidade, algumas irão gerar alguns (sub) empregos, porém os estragos continuarão sendo feitos.

Não importa o planejamento, a organização. O único cronograma de obras é o eleitoral, isso é o que importa: agradar eleitores, iludir o povo fingindo um falso progresso, mesmo que as obras não acabem, e os orçamentos extrapolem duas, três, quatro vezes o valor inicial. A defesa do cidadão, sua arma contra o estelionato eleitoral é seu voto, por isso não venda por saco de cimento e nem por obras que não terminam nunca!

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...