Dentes de leite podem salvar vidas?

Edição: 521 Publicado por: Camila Maria Campos em 17/11/2016 as 07:42

 

Você sabia que o dente de leite do seu filho pode ser a chave para a cura de uma doença no futuro? Os dentes de leite, apesar de às vezes não serem tratados com a devida importância, possuem em seu interior uma ótima fonte de células tronco. Estas são capazes de se transformar em vários tipos de células, podendo serem usadas para regenerar órgãos e tecidos e no futuro tratamento de diversas doenças como: diabetes, Parkinson e Alzheimer. Porém seu uso ainda se restringe nos casos “uso compassivo”, ou seja, em que não foram encontradas alternativas comumente utilizadas para tratamento ou cura.

O Brasil tem realizado testes para tratamento de diabetes, cirrose, insuficiência cardíaca, infarto, chagas, trauma de medula e paralisia cerebral, e mundialmente existem mais de 400 testes em realização. Em 2013 foi criada uma Câmara Técnica em Terapias Celulares para regulamentação do uso das células-tronco e, desde então, temos empresas coletando, analisando e armazenando essas células com sucesso. O Centro de Criogenia Brasil, o primeiro banco de células-tronco de dentes de leite da América Latina, participou de um tratamento de paciente com lesão medular (paraplégico) e após 10 meses da última aplicação das células-tronco começou a dar os primeiros passos com andador (Araújo e colegas, 2015).

Existem várias maneiras de coletar células-tronco, a mais fácil, acessível e de melhor qualidade é a coleta a partir do dente de leite. Este dente é analisado e extraído, ainda com um terço da raiz, por um dentista habilitado que o encaminha para um Centro de Tecnologia Celular habilitado pela Anvisa.  Lá as células-tronco são extraídas da polpa do dente, estudadas e manipuladas para serem armazenadas em contêineres com nitrogênio líquido a -196º, por tempo indeterminado. Dentes permanentes também podem ser usados, incluindo o dente siso de pessoas entre 16 a 20 anos, que comumente é extraído. Após a análise e processamento as células-tronco dos dentes de leite podem ser utilizadas pela própria pessoa ou por seus parentes sem riscos de rejeição (Lizier e colegas, 2012).

As células-tronco são uma ótima opção terapêutica futura, cada vez mais viável e acessível financeiramente, pois já existem vários centros e profissionais trabalhando com essas células. Esta atitude se faz oportuna e necessária a pessoas previdentes, que pensam no futuro.

Galeria de imagens

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...