Os royalties da mulher

Edição: 332 Publicado por: Hélio Suzano em 15/03/2013 as 15:17

 
Leitura sugerida

Após os dias quentes, vivi um curto, mas benéfico período de vacância, com temperaturas mais amenas. As férias vieram arrefecer meus impulsos. Acontece que lutar demais às vezes cansa. E faço esta afirmação com a experiência de um maratonista que cruzou os limites para descobrir que “no final tudo vai dar certo. Se não deu certo ainda, é por que não chegou ao final”. Hoje me dou à possibilidade de não cobrar tanto de mim. E eis me aqui de volta para falar de... mulher!

Como não poderia deixar de ser, nesta volta, preciso antes de tudo pensar bastante para, então, compreender esse assunto. Alcançada estas etapas preliminares, é possível chegar à serenidade para tratar deste assunto em tempos tão bicudos. Refletir sobre este tema pode ser muito perigoso. Eu mesmo já tratei deste assunto aqui há algum tempo atrás e foi bastante polêmico. Meu microcosmo não revela com exatidão toda a grandeza desse universo, óbvio. Você talvez não perceba, mas ainda assim elas estão por ai, mudando o mundo através do pensamento e da ação. Aquele discurso da mulher mãe, esposa, profissional etc., esgotou-se. Um xarope mais insosso que assistir pela televisão o desfecho do conclave.

Esse conteúdo é exclusivo para assinantes. Assine já e tenha acesso ao conteúdo na íntegra!

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...