Junho, festivo, frio e sincrético

Edição: 552 Publicado por: Marilda Vivas em 28/06/2017 as 14:41

 
Leitura sugerida

Na convergência de suas diferenças e credos, a tradição da festa de São João (Batista), homenageado na Umbanda como Xangô, orixá símbolo do Fogo e da Justiça, é uma manifestação bem marcante no Brasil. A letra da canção “São João Xangô Menino” do disco Muito (Dentro da Estrada Azulada; 1979), de Gilberto Gil e Caetano Veloso expressa parte desse sincretismo.

Ai, Xangô, Xangô menino

Da fogueira de São João

Quero ser sempre o menino, Xangô

Da fogueira de São João [...]

 

Olha pro céu, meu amor

Veja como ele está lindo

Noite tão fria de junho, Xangô

Canto tanto canto lindo [...]

 

Do poeta Waly Salomão (Poesia total; Companhia das Letras), pinço o seguinte poema:

Lenda de São João

Acorda, João

Que eu também quero ser

Batizado nas águas do Rio Jordão

Eta menino sapeca capeta

Dispara espoleta

Eta menino ladino porreta danado divino

Acorda, São João, e faz o menino levado

Saltar de dentro da velha

E do velho enferrujado

Mas não faz muita zuada

João dorme seu sono em paz

E se acorda assustado

Nem sei do que é capaz

Sei não, incendeia o mundo

E até o meu coração

Sapeca mandureba na fogueira

E acabou-se a brincadeira

Acorda, João

Que eu também quero ser

Batizado nas águas do Rio Jordão

 

A tradição da fogueira é anterior ao nascimento de Cristo. Naquela época, significava celebrar o solstício (chegada) do verão, e apenas no período histórico que vai do século V ao século XV (Idade Média), o catolicismo associou as comemorações pagãs ao aniversário de São João Batista. Os portugueses no século XIII incluíram São Pedro, e Santo Antônio. No Brasil, a data é celebrada desde 1583. Portanto, a ligação entre São João Batista e Xangô passa pela origem das festas juninas na Idade Média.

Abaixo, o ponto de terreiro cantado por Maria Bethânia é alguma coisa indescritível. Seja pela força do apelo, seja pela fé da certeza... Não sei extamente o que escrever. Mas fica o convite para ouvir. Talvez assim, a gente possa se entender. Na sequência da audição, a força do sincretismo se faz presente em letras de belíssimas outras canções (letras.mus.br/maria-bethania/1236536/) que comprovam o sincretismo entranhando em nossas almas, porque enraizado nessa terra brasilis.

 

Ponto de Xangô

Meu pai são João Batista é Xangô

É o dono do meu destino até o fim

Se um dia me faltar a fé em meu senhor

Derrube essa pedreira sobre mim

Meu pai são João Batista é Xangô

 

Em relação a Xangô, recolho, em variadas fontes, algumas características suas:

(1) Rei nagô, fundador mítico da cidade de Oyô, Xangô é divindade das tempestades, raios, trovoadas, descargas da eletricidade atmosférica. O fetiche é, logicamente, um meteorito, e a insígnia, a lança e a machadinha de pedra, dupla, a bipene, objeto de culto dos povos do Mediterrâneo desde a Idade dos Metais. Apresenta-se como um homem jovem e forte, ágil, sensual, de caráter dominador e orgulhoso, viril, atrevido, violento mas justiceiro (...) (Câmara Cascudo, Dicionário do folclore brasileiro).

(2) O santuário natural, sagrado, ponto de força e habitat, aonde costuma-se depositar oferendas é no alto de uma pedreira ou na cachoeira. Na pedreira, com Iansã, Xangô nos traz o arrojo, a determinação, a fortaleza, a segurança, a firmeza e a sustentação. Na cachoeira, junto com Oxum, nos purifica, nos energiza, nos dá vida, vigor, saúde e inteligência. (...). Através da manipulação do elemento fogo, Xangô, mais do que fazer cumprir a lei kármica para todos os seres viventes, ilumina o caminho a ser seguido, bem como ajuda a libertar dos grilhões milenares dos enganos que escravizam a consciência. (tendadexango.blogspot.com.br).

Digressões

Se me pergunto a motivação que me leva a escrever a coluna desta semana, a resposta não soa clara. Terá sido aquele senhor nordestino que entrou na loja e me lembrou ser Dia de São João? O mesmo que solicita a indicação de um incenso, oração ou oferendas adequadas a um santo forte, justo e milagroso? É isso, também.

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...