Os bandidos estão ganhando

Edição: 569 Publicado por: Marcelo A. Reis em 25/10/2017 as 09:16

 
Leitura sugerida

Confesso, uma vez mais, o meu desânimo com todo o quadro brasileiro. Ainda que não tivesse ilusões, sempre, brasileiramente, esperava por um milagre. Contei aqui da minha total descrença no Governo Collor, mas que na posse dele, assistindo pela TV, rezava por ele e seu governo; pelo Brasil. Não adiantou! Do Itamar, por seu temperamento mercurial, nada esperávamos. Realmente era mercurial, mas era sério, honesto, trabalhador. Em resumo NÃO era ladrão! Aliás todos não deveriam o ser, mas... O atual, e a quadrilha que o cerca, corresponderam às minhas expectativas. A erosão do patrimônio público é levada a cabo com rapidez e eficiência. Sabe o “temer” articular as vorazes goelas do Legislativo e do Judiciário. Pouco importa que pessoas morram por falta de remédios para o câncer, o importante é manter-se, por qualquer custo, no Poder. Assassinos!  Pouco importa que as crianças não tenham escolas, livros, professores, o importante é manter-se, por qualquer custo, no Poder. Assassinos! Pouco importa que o futuro da Nação esteja sendo entregue, sem nenhum critério, na bacia das almas, o importante é manter-se, por qualquer custo, no Poder. Assassinos!

A Nação está esfacelada. Não há, nos diversos segmentos partidários, lideranças imbuídas de patriotismo. Patriotismo respeitoso e democrático, que discuta as divergências e busque o consenso em prol do país. 

Amanhã o “temer” será, novamente, blindado pela Câmara. Desta vez com a conivência, às claras, não mais por baixo dos panos, do STF, o “Supremo Tribunal da Falcatrua”! Decide, dizendo e contradizendo-se, conforme os interesses das maltas. É, com as exceções de praxe, a pior das composições do, dito, “Excelso Pretório”. Cuja estrela maior é o tal Gilmar! Faz o que quer, quando quer, da maneira que quer. E?! Nada! Manda e desmanda!

O Toffolli, duas vezes reprovado em concurso para juiz de primeira instância, é, com todas as pompas e circunstâncias, ministro da Suprema Corte! É o conluio permanentemente renovado entre o Executivo, o Legislativo e o Judiciário. É a sempre, por mim repetida, expressão do Mar de Cumplicidades, na qual, incluo, a nossa abstenção é parte integrante. A nossa inação, o nosso não envolvimento, desde as “reuniões de condomínio” até a efetiva participação política, é que permitiu a ascensão e o domínio, pelo crime organizado, da máquina pública. 

A nossa leniência com os “bonitinhos” é contumaz. Ainda recentemente, um prezado amigo, argumentava que o “Aécim” realizara um bom governo em Minas. Verdade.

Tal não lhe dá, penso, imunidade para a corrupção, ou melhor, não deveria, mas no acerto da Carmen Lúcia e do Eunício, respaldados por seus pares, fica valendo tudo! Podem fazer qualquer coisa.

No meu filme o mocinho sempre ganhava...

Agora os bandidos vão ganhar!

A Lava Jato por todos os meios está sendo desarmada e desmantelada.

Há muito pleiteio que as lideranças sérias se unam, formem um Pacto De La Moncloa tupiniquim, com um Programa e Governo de União Nacional, para tirar o Brasil do impasse e conduzir o país para as eleições de 2018.

Uma Nação forte só se constrói com princípios éticos e morais sólidos e não com condescendência com a criminalidade!

Mas...

Até a próxima.

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...