“Megan Man 11”, PlayStation VR e “Rainbow Six Seige”

Edição: 576 Publicado por: Marcelo Iglesias em 13/12/2017 as 11:44

 
Leitura sugerida

Depois de incontáveis coletâneas, finalmente a Capcom anunciou um novo episódio para a franquia “Mega Man”. O menino robô retornará à cena em 2018 no game “Mega Man 11”, que terá versões para PC, PS4 e Xbox One.

“Mega Man 11” segue a tendência do momento em mesclar gráficos 3D e jogabilidade 2D, criando o chamado 2,5D. No vídeo divulgado pela Capcom, o game tem gráficos em alta definição, mas preserva a estética adotada desde as edições publicadas para Super Nintendo.

O enredo dá sequência ao interminável imbróglio entre Dr. Light e o malvado Dr. Willy, que mais uma vez construiu máquinas para dominar o mundo. Seu lançamento não tem data definida, mas a produtora garante que até julho o game já estará disponível.

Além de “Mega Man 11”, a Capcom também prepara um novo pacote (ou você acreditaria que ela abandonaria o hábito) de relançamentos da série “Mega Man X”, que corre em paralelo com a saga original.

Playstation VR

Demorou, mas finalmente o acessório PlayStation VR chegou oficialmente ao Brasil. O acessório de realidade virtual desembarca em terras tupiniquins por indigestos R$ 3 mil. Trata-se de um valor absurdo para um acessório que atualmente equivale a quase o dobro do que é cobrado pela versão padrão do console japonês.

Na PSN, já existe uma seção apenas para conteúdos voltados para o equipamento. Entre os estúdios que mais apostaram na tecnologia está a Bethesda que já publicou suas versões VR de Doom e Fallout 4. O acessório chega num momento em que a Microsoft prepara o lançamento do poderoso Xbox One X, que desembarca com preço sugerido de R$ 4 mil.

“Rainbow Six Seige”

A Ubisoft não tem do que reclamar do FPS on-line “Rainbow Six Seige”. O game de tiro ultrapassou a marca de 25 milhões de jogadores registrados. Desse total 1,2 milhão estão no Brasil.

“Rainbow Six Seige” bebe na fonte dos combates por equipes em arena, seguindo uma receita que a “Counter-Strike” formatou há quase vinte anos. No entanto, além de balear, explodir ou esfaquear seus inimigos, o game também insere elementos como proteções, drones e outras traquitanas que tornam os combates mais desafiadores.

Galeria de imagens

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...