Cabeças feitas

Edição: 577 Publicado por: Kreitlon Pereira em 20/12/2017 as 11:07

 
Leitura sugerida

Na época da Guerra Fria, o cientista Frank Olson (Peter Sarsgaad), envolvido em um programa secreto da CIA, morre de forma misteriosa. Buscando saber o que realmente aconteceu com seu pai, um homem irá descobrir atrocidades cometidas e acobertadas pelo governo norte-americano. Em uma mistura de documentário e ficção, Errol Morris, o aclamado diretor de “A Tênua Linha da Morte” dá vida à nova produção de seis capítulos da Netflix, “Wormwood”, que será lançada no dia 15 de dezembro. O termos “wormwood” se refere a uma planta ornamental usada como ingrediente do absinto, uma bebida de elevado teor alcoólico que durante muito tempo foi retratada como alucinógena e perigosamente viciante.

A história da série se centra no polêmico MK-Ultra, um projeto verídico desenvolvido pela CIA que começou na década de 50. Apesar de muitas informações continuarem em segredo, foram descobertos diversos experimentos em civis, geralmente sem conhecimento ou consentimento dos próprios, que envolviam grandes doses de LSD, anfetaminas e mescalina. Além disso, também eram utilizadas práticas como terapias de choque e hipnose. Ou seja, era um plano que incluía experimentos químicos alucinógenos e controle da mente.

O elenco conta com grandes nomes, como Peter Sarsgaad, indicado ao Globo de Ouro por seu papel em “Shattered Glass”, e Jimmi Simpson, famoso por suas participações em séries de sucesso como “Black Mirror” e “House of Cards”. Nos Estados Unidos, as críticas mostraram-se muito positivas e apontam mais um sucesso para o catálogo de séries e filmes originais da Netflix.

Link para o teaser trailer da temporada: https://youtu.be/jnqWQO2CowM

 

Mangá além do tempo

Com mais de 4.29 milhões de cópias vendidas, o mangá “Boku dake ga Inai Machi” (“A cidade em que só eu vivi”), que já se tornou um anime em 2016, ganha uma adaptação para live-action feita pela Netflix. A série que estreia no dia 15 de dezembro como “Erased” contará com um elenco de atores japoneses, como Mio Yūki (de “Death Note”) e Yūki Furukawa (de “Itazura na Kiss”), e terá 11 episódios, prometendo um final completamente diferente.

O enredo gira em torno de Satoru Fujinuma, um aspirante a mangaká que trabalha como entregador de pizza devido aos seus problemas de expressão e ansiedade. Satoru é tudo menos um jovem de 29 anos comum: ele possui uma habilidade especial, o Revival, que o obriga a voltar no tempo para evitar tragédias e salvar vidas. No entanto, quando acusado erroneamente pelo assassinato da própria mãe, Satoru se vê mandado de volta para 1988, 18 anos no passado, época em que sua antiga colega de classe, a solitária e misteriosa Kayo Hinazuki, foi sequestrada e assassinada. Buscando a verdade por trás de todos esses acontecimentos, Satoru terá de descobrir como evitar a morte de Kayo enquanto tenta proteger aqueles que ama no presente.

Link para o teaser trailer da temporada: https://youtu.be/Zewqdf_yr04

 

Propaganda negativa

Em meio a acusações e polêmicas, “The Ranch” terá disponível sua quarta temporada na Netflix a partir do dia 15 de dezembro. A série foi recentemente alvo dos noticiários após um dos protagonistas – Danny Masterson, que interpreta o personagem Rooster – ter sido acusado de assédio sexual e estupro, que culminaram em sua demissão.

A série fala sobre a vida de Colt (Ashton Kutcher), que volta à fazenda da família após uma tentativa fracassada de se tornar um jogador profissional de futebol americano. O protagonista passa a assumir o comando dos negócios do pai, com quem não falava há quinze anos. Ao longo dos episódios, Colt vai aprendendo a lidar com novas responsabilidades e a conviver em família. O clima na produção anda tão azedo que sequer foi liberado um trailer da quarta temporada.

Galeria de imagens

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...