Upa, que legal!

Edição: 612 Publicado por: Gustavo Abruzzini em 29/08/2018 as 14:33

 
Leitura sugerida

Upa, que legal!

O governo municipal resolveu dar utilidade ao “elefante branco” da UPA. Segundo divulgou um vereador em rede social, o prédio construído com recursos federais e as bênçãos do ex-deputado Eduardo Cunha, no governo Álvaro Cabral, ali ao lado da Delegacia Legal, passou a ser, em parte, a sede do Centro de Fisioterapia Municipal. Com isso, a Prefeitura começa a economizar alguns caraminguás com aluguel de imóveis.

 

Me leva

Agora com a Fisioterapia Municipal aliando-se à Delegacia Legal, ao Senai e à garagem da Prefeitura fica clara a necessidade premente de se oferecer transporte coletivo e alternativo de qualidade para aquela localidade. Ou todo este povo terá de continuar se adequando às demandas dos ônibus que passam ali a caminho dos bairros Biquinha e Cambota, ou se conformar a rachar a pé?

 

De saída

Após amargar certo desgaste, o advogado e empresário Márcio Petrillo pediu exoneração do cargo de Procurador-Geral do Município. Segundo consta, os vereadores chegaram a pedir sua saída ao prefeito, insatisfeitos com a tocada do então procurador. Como, ao que parece, o prefeito não é afeito a atos abruptos, Márcio teria sido deixado em fogo brando, até pedir para sair.

 

Publique-se

O ato foi efetivado pela Portaria 515 de 21 de agosto e a exoneração foi publicada no Boletim Oficial “eletrônico” 984 de 23 de agosto. Aliás, vejam como são as coisas, o tal BO eletrônico atualmente vem sendo denunciado por nossos editoriais, pois que trata-se de inconstitucionalidade criada pelo ex-procurador, com a devida chancela da Câmara, no intuito de tornar aparentemente legal o irregular. Eis que a criatura digeriu seu próprio criador.

 

Rua nova?

Após ser rasgada pela Cedae, a rua Araújo Leite (rua nova) foi toda asfaltada. Como já vi aquela via ser asfaltada várias vezes, e por várias vezes ser deteriorada devido à base irregular, é questão de tempo, agora.

 

Pela manhã

A Câmara Municipal de Valença está realizando suas reuniões nas manhãs de terça e de quinta-feira. A surpresa que poderia supor inviabilidade para quem trabalha acompanhar a sessão, cheira a comodidade para os edis, sobretudo seu presidente, em tempos de campanha política do pai e do irmão, liberados para pedir voto no restante do dia e da noite.

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...