Estamos de volta!

Edição: 341 Publicado por: Deolinda Saraiva em 16/05/2013 as 16:25

 
Leitura sugerida

Após alguns anos sem um espaço fixo no principal jornal de nosso município, Conservatória volta a firmar seu nome no Jornal Local.

Estamos aqui para marcar presença e divulgar iniciativas públicas, particulares ou da comunidade que ajudem no desenvolvimento de nosso “Pedacinho do Céu”. Também vamos cobrar da Prefeitura medidas necessárias para incentivar nosso turismo e melhorar a vida de nossos habitantes.

Contradição: cultura anda a pé

Para início de conversa, uma salva de palmas para a abertura do Ponto de Leitura “Biblioteca Viva”, no dia 18 de maio, na Casa da Cultura!

É uma iniciativa do Ministério da Cultura, da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro e da Casa da Cultura de Conservatória. Tudo muito louvável, mas parece que o santo tem pés de barro.

De que adianta um ponto de leitura ao lado da reforma inacabada na escola Maria Medianeira e nossas crianças andando quilômetros a pé para frequentar uma escola que mais parece um pardieiro? Que contradição vergonhosa!

Há alguns meses, com aquele calorão de 40 graus, alguns moradores doaram ventiladores para a escola provisória que funciona naquele prédio-pombal na entrada da cidade. Quem já entrou lá sabe das condições precárias em que estão estudando nossas crianças e adolescentes. Muitas mães relatam a resistência das crianças em ir para a escola – e é fácil entender o porquê.

Mesmo com todo o esforço da direção e dos professores, é impossível tornar agradável um ambiente fechado, sem janelas, tomado por lamaçal na porta e sem as mínimas condições para educar com dignidade.

Agora, a situação piorou, pois nem ônibus ou vans existem mais para o transporte escolar, obrigando as crianças a percorrerem até seis quilômetros a pé – caso de quem mora no Corte de Pedra – para chegar à escola.

O que falta para terminarem as obras de reforma do colégio Maria Medianeira? Ninguém aparece por aqui para explicar esse atraso de quatro anos de obras sem fim!

Em Ipiabas, no período de um ano, uma escola foi erguida e posta para funcionar. Chega a dar inveja ver os alunos transportados em vans novinhas entrando alegres em uma escola bonita, pintada e moderna.

Alô, alô, Prefeitura! Conservatória aguarda providências e notícias!

Olá, mamães e moradores de Conservatória! Certamente, autoridades ligadas à Cultura do Rio de Janeiro estarão presentes na inauguração do Ponto de Leitura, às 16h do dia 18, sábado. Que tal criar uma comissão para dizer às autoridades que cultura não progride sem condições mínimas para a educação das crianças?

Faça sua sugestão

Nossa coluna será feita com a colaboração de todos. Por isso, vamos colocar uma urna na cidade para receber sugestões dos moradores. Nosso amigo Piauí também será porta-voz da comunidade. Aguardamos sua participação.

Você também pode enviar e-mail para frilas@terra.com.br.

2 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...
avatar

Celso em 17/05/2013 às 09:14 disse:

Parabéns Deolinda pela iniciativa.
responder O comentário não representa a opinião do jornal! A responsabilidade é do autor da mensagem!
avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...
avatar

Celso em 17/05/2013 às 09:12 disse:

Conservatória está esquecida pelas autoridades. Essa questão da escola já ultrapassou os limites. Esse obra que nunca tem um final.
responder O comentário não representa a opinião do jornal! A responsabilidade é do autor da mensagem!
avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...