Perdeu, perdeu.... Bolsonaro 

Edição: 667 Publicado por: Marcelo A. Reis em 02/10/2019 as 09:15

 
Leitura sugerida

Caro leitor;

Você, mais do que ninguém, pelo nosso convívio constante, é testemunha de que lá atrás, antes mesmo dos cardeais da grande imprensa, anunciei que o candidato do PSL venceria as eleições. Fiz porque percebi, por minhas andanças e pela correspondência que recebia, que este ia ao encontro dos desejos da população. Quando, após profunda meditação, resolvi dar-lhe o voto anunciei claramente a minha opção. Não queria fazer como alguns profissionais que, teoricamente isentos, estavam engajados em outras campanhas. 

Hoje volto, usando o jargão dos assaltantes, para, de maneira formal e solene, dizer que o presidente Jair Messias Bolsonaro perdeu a guerra contra o crime organizado que impera na “Máquina de Governo”. 

É um sistema bem articulado no Congresso Nacional, sob a égide das maiores lideranças das duas casas, com todo o amparo ativo do, na média, pior, ética e tecnicamente, supremo tribunal federal (em letras minúsculas sempre!) de nossa triste história e enquistado em todo o Executivo.

Correu/corre o presidente um alto risco ao compor com os rodrigos /alcolumbres /centrão etc. e tal. Não são autônomos. Tem todos os renans, jucás, temer, lobões, moreira Angotox franco, gedeis. A lista é interminável. 

A recente exoneração do general J. J. Correia do Incra é significativa. Sai, e junto pedirão exoneração os demais militares da equipe, não por suas falhas, mas por suas qualidades. Vinha realizando um exemplar trabalho de recuperação naquele órgão. Botaram ordem e montaram um excelente planejamento para, com seriedade, gastarem os recursos (cerca de R$ 260 milhões!), que estão sendo liberados. Seria um trabalho para marcar época na titulação de terras na Região Amazônica... 

Aí... tem que compor... senão...

É um momento dramático. Fez com que lembrasse, há trinta e cinco anos, quando um amigo oficial cassado, ex-aluno do meu pai (de direita) na AMAN disse para este: “- Mestre precisamos unir todas as pessoas de bem, sejam de esquerda, centro ou direita, porque o crime está se apossando do Brasil!”

Repito; há trinta e cinco anos! 

Quando vejo o que fazem os altos quadrilheiros da república...

O presidente foi eleito na esperança da faxina e não tem a opção do fracasso. Mesmo parcial!

Temo pelas minhas previsões de que caminhamos para uma ruptura...

Até a próxima.

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...