Escorrendo

Edição: 671 Publicado por: Gustavo Abruzzini em 30/10/2019 as 10:08

 
Leitura sugerida

Continuam, por vários pontos da cidade, vazamentos de água tratada. Resta saber se, baseado nas últimas chuvas, estas águas, que se esvaem pelo ralo e pela sarjeta, não farão falta lá no auge do verão.

 

Martelo

Dizem que a Cedae está por um fio e que até o Ministério Público quer ver definido tal imbróglio. Nas especulações citadinas, fala-se que as cartas estariam marcadas para contratação de empresas já escolhidas. Será possível? Confiarei na comissão que garantiu que haverá audiências públicas, para participação da população, antes de que qualquer martelo seja batido. Longe de qualquer foice, pelo amor de Deus!!

 

Asfalto

Ouvi notícias de que a Prefeitura busca, por meio de um consórcio obter recursos necessários para asfaltar uma boa quantidade de quilômetros de ruas. A notícia tende a ser boa, diante das péssimas condições de boa parte de nossas ruas esburacadas e remendadas à exaustão.

 

A coisa certa

Agora, a esperança é que não seja aquele tradicional asfaltamento que simplesmente cobre o atual pavimento. A esperança é que o atual pavimento (paralepípedo, pé-de-moleque ou bloquete) seja devidamente retirado, para ser reaproveitado em ruas periféricas que não têm nada, e que a rua a ser asfaltada seja preparada e compactada para receber o asfaltamento. Diferente disso, vai soar asfalto eleitoreiro.

 

Plano

Na semana que passou, Valença sediou, por dois dias, na Academia Valenciana de Letras, a Oficina de Plano Museológico. O assunto despertou muito interesse dos envolvidos com incipientes iniciativas da área da memória valenciana e regional. Vieram interessados de Conservatória, Vassouras, Barra do Piraí, Rio das Flores e Rio Preto. De Valença, a constatação foi de que ainda estamos muito longe do ideal, com espaços museológicos sem estrutura e pessoal.

 

Arte

E por falar em Academia, o Concurso de Arte, realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, vai chegando ao fim. Nesta semana, comissões julgadoras formadas por acadêmicos farão o julgamento das obras vencedoras das modalidades de Desenho, Poesia e Redação, divididos em duas categorias. Serão analisados cerca de sessenta trabalhos. Os vencedores receberão medalhas e certificados da instituição e brindes culturais da Cia do Livro, em solenidade na noite do dia 14 de novembro. E neste mesmo dia, os trabalhos campeões serão publicados no Jornal Local.

 

Jornalismo

E enquete informal, feita por meio de rede social da UNIFAA, revelou que um dos cursos mais desejados é o de, pasmém, Jornalismo. Em tempos de fake news e opaca transparência, surpreende.

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...