O Rio, a filha, os netos e o cinema

Edição: 671 Publicado por: Marcelo A. Reis em 30/10/2019 as 10:14

 
Leitura sugerida

Caro leitor; 

Estou no Rio. O Rio para mim é tudo! Vim para cá aos oito anos de idade. Aqui cresci, estudei, trabalhei, constituí família e todas as sequências. Vim ver a filha, os netos e amigos de toda uma vida. Alguns. Não consigo visitar a todos. Foi um fim de semana fantástico. Almocei com o Lupa, companheiro desde os nove anos, passei algumas horas com o Hamdan parceiro, de ideias e sonhos por uma sociedade mais justa, fraterna e igualitária desde a caminhada Brizolista de 82. Vi e revi cariocas de todas as origens e procedências. Gaúchos, nordestinos, matogrossenses, mineiros e mesmo estrangeiros... Assim é o Rio. A todos acolhe e absorve. São, somos todos cariocas.

Ao curtir a tudo e a todos, volto a repisar a importância do convívio com a família e os amigos. Sublinho em razão da minha experiência, ainda recente, com a depressão, a doença da época, (que eu nunca acreditei!).

Foi superimportante, fundamental mesmo, o apoio familiar e o dos amigos. Não hesite em abrir-se com eles e, pelo outro lado, não negue o seu ouvido, o seu ombro, o apoio àqueles que o procurem...

Em paralelo ressuscitemos o ensinamento greco-romano de “uma mente sã, em um corpo são”. Exercícios físicos orientados, moderados são o outro pilar de sustentação. 

É incrível! Funciona mesmo!

Redescubra como é bom levar a neta para assistir a um filme levinho na matinê!

Até a próxima. 

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...