Arquivo

Edição: 679 Publicado por: Gustavo Abruzzini em 08/01/2020 as 11:17

 
Leitura sugerida

Visitei, nesta segunda-feira (6/1), o Arquivo Municipal de Valença. Graças ao atual governo, o importante setor, sempre deixado de lado por seguidas administrações, finalmente, vai encarnando seu real valor. A começar pela instalação no prédio do município, que até há pouco tempo era a morada do Senai, na rua Comendador Araújo Leite. A nova realidade se complementa pelo investimento que vem sendo implementado pelo governo Luiz Fernando Graça, sob a liderança da secretária de Administração, Denise Souza. E o Arquivo Municipal, com muito esforço e apoio, vem tomando a forma que a ciência da arquivologia presa e preconiza.

 

Arquivo II

A começar pela atuação da profissional Barbara Moreira Silva de Barros, arquivologista com formação superior, concursada, que vem trabalhando não só no melhor acondicionamento dos documentos, como também implanta a sistematização do setor junto a todas as secretarias da Prefeitura. Ela conta com a ajuda do arquivista José Carlos Silva, veterano do setor, e de Alexandre Assis (serviços gerais) e já colhe frutos do árduo trabalho que tem tido o apoio necessário da administração, na aquisição de equipamentos e mobiliário próprio (estantes).

 

Arquivo III

Ainda são recorrentes, na labuta deste já velho jornalista, as inúmeras vezes que, seja como repórter e depois como editor, que nos debruçamos sobre o tema. Sobre a importância de preservar memória. E aqui cabe um elogio todo especial aos esforços que os arquivistas, servidores municipais, José Carlos Silva e Ivan Martins (aposentado), durante muito tempo resistiram e trabalharam sem nunca contar com as condições ideais. Graças a eles e suas perseveranças, o Arquivo resistiu para, enfim, poder dar o passo relevante que a atual administração optou por ser a hora.

 

Arquivo IV

O caro leitor deve estar surpreso com a empolgação deste colunista. É que a normatização e sistematização de um arquivo, não se trata apenas de guardar documentos para que estes estejam à mão quando forem necessários consultar, mas trata-se, também, do acondicionamento adequado de dados e informações históricas, que, no futuro, subsidiarão pesquisadores de uma gama de interesses ampla, que terá o município como objeto de estudo.

 

Fruto

E a joia da coroa está numa sala específica. Procurados por descendentes do médico Luiz de Almeida Pinto, ex-prefeito (1939, 1950-1954) e ex-secretário estadual de Segurança (1947-1949), a arquivologista Barbara de Barros recebeu a doação de rico acervo de fotos e documentos do icônico líder político. Este acervo passou a ser o embrião de um projeto necessário: o Centro de Memória Valenciano. O projeto pretende reunir, no Arquivo Municipal, os acervos de grandes personalidades, não só da política, mas que foram significativos para a cidade. Será, enfim, a oportunidade de Valença ver salvaguardados importantes acervos que contam e contarão nossa história. Materiais que nem sempre são preservados da forma correta. Golaço da administração municipal. Vida longa a esta iniciativa da qual já somos colaborador e entusiasta.

 

Contato

O Arquivo Público e Histórico do Município de Valença (APHMV) está sediado na rua Comendador Araújo Leite, 320 e para agendar visitas atende pelo telefone (24) 2452-3386.

 

Oi

O Jornal Local mudou de endereço. Agora estamos na rua Coronel Benjamin Guimarães, 95-B, em espaço mais amplo que pode significar um novo tempo em nossa curta trajetória. Porém, ainda estamos sem o telefone, cujo pedido de transferência data do dia 27 de dezembro, do ano passado. Qualquer reclamação ou denúncia, por favor encaminhe para o WhatsApp do editor: (24)98803-8162.

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...