Lar Meimei completa 37 anos de carinho com as crianças

Edição: 750 Publicado por: Paulo Henrique Nobre em 09/06/2021 as 07:57

 
Leitura sugerida

Valença – No domingo, dia 6 de junho, o Lar Meimei completou 37 anos dedicados ao amparo a crianças e adolescentes carentes da cidade. Fundado por Rogério Fort (in memorian), a instituição completou mais um ano de vida e continua atendendo cinquenta crianças, mas em suas casas, em virtude da pandemia. O Jornal Local conversou com a vice-presidente da entidade, Mara Lúcia Amaral de Souza, viúva de Rogério. Ela conta como está o Lar Meimei hoje.

Segundo Mara, são cinquenta crianças inscritas para a volta, após à pandemia. No momento, elas são assistidas em suas casas. “As crianças são amorosamente recebidas e acolhidas com carinho e atenção. Recebem alimentação, educação intelectual e orientações morais. São levadas a refletir sobre os ensinamentos de Jesus em todos os momentos: no trato com as pessoas, no respeito e gratidão à natureza e a vida. Participam de diversas oficinas, esporte e recreação”, contou ela, lembrando que, atualmente, a entidade conta com o apoio de vinte voluntários, aproximadamente. “Nosso objetivo é atender o maior número de crianças possível. Mas sempre pensando na qualidade do atendimento. Contamos com o apoio de todos para criarmos condições financeiras e emocionais para ampliar o projeto. Os voluntários precisam se integrar ao trabalho criando vínculos de amor e pensamento harmonizado com as diretrizes do trabalho”. foto-3-.jpg Foto: Divulgação

Para famílias que queiram conhecer o projeto, é necessário procurar a instituição. “Estamos fazendo plantões de segunda a sábado, de 17 às 19 horas. O plantonista anotará as informações e agendaremos uma visita da coordenação pedagógica”. Segundo Mara, o projeto conta com o apoio de parceiros diversos. “Queremos deixar os mais sinceros e afetuosos agradecimentos a toda ajuda que temos recebido. Não citaremos nomes, com o receio de cometermos a falha de omitir alguém. Hoje, realizamos bazares com doações de roupas, bolsas, calçados e utensílios domésticos. Contamos com alguns amigos fiéis que contribuem mensalmente com valores dentro de suas possibilidades. Sabemos que cada empresa, cada pessoa tem suas características próprias e aceitamos o apoio que puderem nos oferecer”.

Esse conteúdo é exclusivo para assinantes. Assine já e tenha acesso ao conteúdo na íntegra!

Galeria de imagens

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...