Projeto para entorno dos vagões é contestado pelo Inepac

Edição: 750 Publicado por: Lucas Temoteo - Estagiário de Jornalismo em 10/06/2021 as 10:22

 
Leitura sugerida

Valença - A União Valenciana para Preservação Ferroviária (Uvafer) é uma instituição que foi criada sob a forma de organização da sociedade civil de interesse público (oscip), que tem como objetivo preservar a memória ferroviária da cidade. Desse modo, foi elaborado projeto para a praça dos Ferroviários, que contém pontos principais como: colocação de grades, cercas protetoras e coisas similares, para proteção do gramado e limitação de acesso aos carros. Além disso, está previsto nesta ação a criação de uma biblioteca municipal. No entanto, o Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac), barrou a proposta que seria levada adiante.

Segundo o presidente da Uvafer, Miguel Augusto Pellegrini, o projeto pretende revitalizar o local, transformando-o em um espaço cultural, onde poderão ser instaladas atividades de interesse econômico, cultural e turístico. Durante um século, o município teve seu desenvolvimento calcado na vida ferroviária, com trânsito, oficinas de manutenção e um hotel destinado a essa classe. O governo municipal criou nas dependências da antiga estação um pequeno museu, tendo como meta ampliá-lo. Com o auxílio do poder público, entidades e comércio local, começaram a dar expansão a este museu, transferindo para a cidade, três carros de passageiros – Estrada de Ferro Central do Brasil, na década de 1960. picture00171.jpg Foto: Lucas Temóteo

Ainda em relação a atividades culturais e turísticas que pretendem ser implementadas no local, o presidente contou: “Somente a evolução do quadro poderá despertar o interesse pelo desenvolvimento e pela adaptação da área aos objetivos culturais específicos. Mesmo assim em parceria com a prefeitura e a Unifaa. Espera-se colocar nos carros de passageiros uma biblioteca infantil e uma sala de leitura, sob orientação do curso de Pedagogia e do Diário Oficial do Estado”.

A Uvafer afirma que a atuação junto ao Inepac, tem dado apoio nos objetivos da proposta, incentivando a transferência e a colocação dos carros de passageiros. Miguel menciona que em nenhum instante a ação foi limitada, exigindo apenas que as características tombadas da praça fossem resguardadas. Atualmente, a área onde se encontra hoje o estacionamento, é de jurisdição e administração do Poder Público Municipal. Já foi autorizado pelo Município a construção de uma passarela que facilite o trânsito mais cômodo de ligação com a rodoviária e a visitação aos carros de passageiros, cujo projeto já está em estudo na Secretária Municipal de Obras e será apresentado ao Inepac.

O Jornal Local buscou acesso a informações junto ao Inepac, sobre os motivos que levaram para que o projeto fosse contestado. Nas próximas edições, esperamos publicar as alegações do órgão estadual.

 

ERRATA - Na edição impressa desta semana (750), veiculada no dia 10 de junho, o Jornal Local circulou com o seguinte título da matéria na página 3: “Projeto para entorno dos vagões está indeferido”. Tal informação se deu por falha de interpretação das respostas da Uvafer sobre o projeto. Portanto, o título correto para a matéria é “Projeto para entorno dos vagões é contestado pelo Inepac”. Além disso, no final da matéria, a reportagem apresenta a seguinte correção: onde se lê “...os motivos que levaram ao indeferimento do projeto da Uvafer.”, leia-se “...os motivos que levaram para que o projeto fosse contestado”. Pedimos desculpas aos leitores do Jornal Local e quaisquer pessoas que acabaram de alguma forma compreendendo de outra maneira.

Galeria de imagens

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...