Secretaria de Cultura lança Cadastro Fluminense de Museus

Edição: 463 Publicado por: Redação em 01/10/2015 as 11:46

 
Leitura sugerida

Rio de Janeiro - A Secretaria de Estado de Cultura, através de sua Superintendência de Museus (SMU), lançará na quarta-feira (30/9), o Cadastro Fluminense de Museus. O cadastro é um trabalho dinâmico e será formado a partir de dados coletados de usuários, que preencherão um questionário online fornecendo informações. Esses elementos servirão de base para uma rede de informações sobre as instituições museológicas do Rio de Janeiro.

O lançamento acontecerá às 9h30, no Museu do Ingá, em Niterói. A Secretária de Estado de Cultura, Eva Doris Rosental, a Superintendente de Museus, Mariana Varzea, e a Assessora-Chefe do Sistema Estadual de Museus (SIM-RJ), Lucienne Figueiredo, participarão da mesa de abertura do evento. O questionário poderá ser preenchido no portal Museus RJ (www.museusdoestado.rj.gov.br). Elaborado para refinar e atualizar as informações do setor, o questionário será o ponto de partida para o processo de credenciamento das instituições, um instrumento de organização e compartilhamento de dados sobre os museus do Rio, que fomentará a integração entre esses equipamentos, facilitando a comunicação entre elas, e a implantação da Política Estadual de Museus.

“A Política Estadual de Museus tem como objetivo promover a articulação entre a Rede de Museus do Estado do Rio de Janeiro e a Rede Nacional de Museus. Por isso, o cadastramento é essencial para que tenhamos esses dados atualizados, de forma a construir, em consonância com todo o setor, os profissionais da área e os municípios, uma política que seja efetiva para o desenvolvimento desses equipamentos no estado”, disse a superintendente da SMU, Mariana Varzea. Para a assessora-chefe do Sistema Estadual de Museus, Lucienne Figueiredo, a iniciativa irá auxiliar, também, no mapeamento das demandas das instituições, gerando indicadores e facilitando o fornecimento dessas informações a terceiros. “A expectativa é de que esse trabalho dê maior visibilidade e concentre esforços nas áreas que possuem lacunas. Além disso, esses dados serão fundamentais para o planejamento de programas e ações da Superintendência de Museus”, afirmou Lucienne.

Os dados obtidos através do cadastramento também irão possibilitar a atualização do Guia de Memória e Afetividades - Museus RJ, disponível para download gratuito no portal www.museusdoestado.rj.gov.br.

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...