Campanha contra a Febre Aftosa vai até o dia 31

Edição: 494 Publicado por: Paulo Henrique Nobre em 12/05/2016 as 17:04

 
Leitura sugerida

O mês de maio já é consagrado no país para a realização da vacinação contra a Febre Aftosa, doença que atinge o gado e que pode promover inúmeras dificuldades econômicas para o Brasil se voltar a apresentar casos. No Estado do Rio, a vacinação tem ocorrido de forma tranquila, mas ainda há produtores que não entenderam a importância desta imunização.

De acordo com a veterinária Renata Leite, chefe do Núcleo Estadual de Defesa Agropecuária, responsável pelos municípios de Valença e Rio das Flores, a vacinação acontece durante todo o mês e se encerra no dia 31. “Ele [o produtor] tem que vacinar todos os bovinos de todas as idades, desde o nascimento à idade mais avançada, todo o rebanho. No caso bovino e bubalino, mas Valença não tem rebanho de búfalo, a gente divulga mais a parte de bovino”. Ela explica que esta é a primeira etapa da campanha, na qual todos os animais são vacinados. A segunda ocorre em novembro, quando são vacinados apenas os bovinos e bubalinos até 24 meses de idade. Renata explicou que é dever do produtor adquirir as vacinas nas lojas credenciadas, vacinar o rebanho, preencher a Declaração de Febre Aftosa, que deve ser entregue no Núcleo com a nota fiscal da vacina grampeada na Declaração. De acordo com ela, a Declaração também é uma atualização cadastral. O documento para preenchimento é retirado nas lojas, no momento da compra da vacina. As lojas só podem vender as vacinas para os produtores cadastrados. “Se não tiver cadastro, ele vai vir aqui primeiro fazer um cadastro. Depois, ele vai comprar”.

Esse conteúdo é exclusivo para assinantes. Assine já e tenha acesso ao conteúdo na íntegra!

Galeria de imagens

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...