Passagem recebe a quarta sessão itinerante

Edição: 552 Publicado por: Paulo Henrique Nobre em 28/06/2017 as 15:07

 
Leitura sugerida

Valença – As sessões itinerantes da Câmara de Vereadores, iniciativa da atual Mesa Diretora do Legislativo, continuam de vento em popa. Na sexta-feira, dia 23 de junho, mais uma comunidade foi beneficiada pela presença dos parlamentares: o bairro da Passagem. Em reunião ocorrida na Escola Municipal Alcides de Souza, os vereadores puderam ouvir da comunidade as reclamações sobre os problemas da localidade. Por unanimidade, os moradores destacaram: o fundamental é o asfaltamento da estrada.

A abertura do encontro coube ao vereador Saulo Corrêa, que comemorou a realização da quarta sessão itinerante e informou que essas ações foram criadas para quebrar a rotina mantida por gestões passadas e aproximar o Legislativo das demandas da população, realizando reuniões nas comunidades. A Câmara foi representada no encontro pelos vereadores Saulo Corrêa, Celsinho do Bar, David Nogueira, Silvio Graça, Fábio Antônio Jorge, Rafael Tavares, Marquinhos da Saúde e Michelle Cabral, além do assessor da vereadora Fabiani Vasconcelos. Celsinho, usando da palavra, disse que a presença dos vereadores no bairro era importante para que conhecessem as reais necessidades da comunidade. Destacou dois problemas sérios: a permanente lixeira que só faz aumentar na saída do bairro de Fátima; e a ladeira da Serrinha, que se encontra intransitável em virtude das gigantescas crateras.

Ele aproveitou para agradecer ao prefeito pela reforma da rede elétrica e ao deputado André Corrêa, pela escória trazida e depositada na estrada. Falou de outra prioridade para as mães que trabalham: a instalação de creche no bairro. Segundo o vereador, a Passagem ficou abandonada pelo Poder Público nas últimas gestões, mas acredita que, neste mandato, o prefeito fará muito pelo bairro. Contudo, defendeu que a Prefeitura realize, todo o mês, uma vistoria em cada localidade da cidade, levando os serviços e reparos que precisam. David Nogueira lembrou que a vinda da Câmara à Passagem era uma coisa inédita, pois ocorria fora do período eleitoral e com o objetivo de ouvir a comunidade. Rafael se mostrou entusiasmado e surpreso pela grande presença de moradores, pois sabe do ceticismo da comunidade em virtude dos anos de abandono.

Fabio Antônio elogiou o trabalho incansável de Celsinho por aquela comunidade. Silvio, por sua vez, lembrou que a cidade ficou cerca de dez anos sem nenhuma obra nova, sendo que as últimas aconteceram na gestão de seu pai. Michele se colocou à disposição da comunidade, lembrando que a Câmara terá sempre doze vereadores atuando a favor do bairro.

Esse conteúdo é exclusivo para assinantes. Assine já e tenha acesso ao conteúdo na íntegra!

Galeria de imagens

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...