Município fará adequações para receber o sexto ano

Edição: 573 Publicado por: Paulo Henrique Nobre em 23/11/2017 as 08:00

 
Leitura sugerida

Valença – De acordo com a Prefeitura Municipal, o Estado afirmou que não receberá mais matrículas para o sexto ano do Ensino Fundamental, a partir de 2018, e que a responsabilidade passa ao Município. Para absorver essa nova responsabilidade, a Secretaria de Educação está se preparando e adequando as unidades da rede. O problema mais sério, conta a secretária Maria Aparecida Almeida, está no Centro, onde a solução passa pela municipalização do Instituto de Educação.

A secretária conta que a corresponsabilidade do Estado não será retirada totalmente com relação ao sexto ano: nos distritos de Santa Isabel do Rio Preto e de Parapeúna, as escolas estaduais continuarão a ter essas turmas, já que as unidades municipais localizadas nestas localidades não têm a estrutura necessária para absorver os alunos. “Então, nós vamos abraçar Conservatória – que já está todo conosco; Barão de Juparanã, que nós vamos abraçar; e Pentagna, que também já está conosco”. Segundo ela, a novidade será realmente Barão de Juparanã, que até este ano estava com o Estado. No segundo distrito, quem estiver saindo do quinto para o sexto ano, cursará na Escola Municipal Djalma Macedo.

Com relação ao distrito sede, Maria Aparecida conta que a demanda já passa de trezentas vagas de alunos de diversas escolas municipais: Balbina Fonseca e Deputado Luiz Pinto (no Centro) e Luciano Gomes Ribeiro (Ciep do Bairro de Fátima). A secretária ressalta que alunos de algumas escolas periféricas também poderão vir buscar vagas no Centro, como os da Passagem, Varginha, Chacrinha e João Dias, escolas que também não têm o sexto ano e que dependem, também, das vagas que serão oferecidas pela escola municipal do Canteiro.

Esse conteúdo é exclusivo para assinantes. Assine já e tenha acesso ao conteúdo na íntegra!

Galeria de imagens

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...