PM prende dois e apreende farta quantidade de entorpecente em hotel

Edição: 601 Publicado por: Redação em 13/06/2018 as 10:26

 
Leitura sugerida

Valença – Em uma ação bem-sucedida de policiais militares, mais duas pessoas suspeitas de tráfico de drogas foram tiradas de circulação. Um dos acusados acabou sendo detido enquanto se hospedava em um hotel da cidade. O outro, mais conhecido da Polícia, foi capturado na Rodoviária. Uma das maiores apreensões já realizadas recentemente pela Polícia e um verdadeiro baque para o tráfico local.

Policiais militares receberam, no dia 9/6, informações privilegiadas de que um homem chegaria com uma grande carga de entorpecentes à cidade. Segundo as informações, o mesmo ficaria hospedado em um hotel da avenida Nilo Peçanha, para que, posteriormente, o entorpecente fosse entregue ao elemento vulgarmente conhecido como Serginho da Varginha, integrante da facção TCP e que seria o Frente do tráfico de drogas da comunidade daquele bairro. Em posse de todas as informações, por volta de 8h30 do domingo, dia 10/6, os agentes seguiram para o hotel, onde já tinham dados das características do suspeito, sendo de cor negra e estaria hospedado entre os quartos 10 e 12.

No local, os PMs tiveram mais informações de que realmente havia um homem vindo do Rio de Janeiro hospedado no quarto 12, sendo identificado como Andrey Vítor Ferreira Caetano da Silva, 26 anos. A Polícia planejou a captura do suspeito indo ao quarto. Ao abrir a porta, o acusado foi surpreendido e logo foi dizendo onde estariam os entorpecentes, escondidos em uma bolsa plástica no interior do guarda-roupa. Na bolsa, foram encontrados vários sacolés contendo pó branco com a descrição “TCP-Temperatura Máxima – PÓ DE 50 – CPX DA VG”, duas balanças de precisão e caderno de anotação.

Segunda prisão

Andrey informou à polícia que o material seria entregue a Luiz Sérgio da Silva Alves, 32 anos, o Serginho da Varginha, que havia acabado de contatá-lo, marcando o encontro para receber os entorpecentes na Rodoviária Princesa da Serra. Um dos PMs ficou com Andrey no hotel, onde continuou trocando mensagens com Serginho pelo telefone celular, combinando o momento da entrega. De acordo com a Polícia, o acusado chegou a enviar mensagem para o Andrey, avisando que a viatura do PATAMO estaria circulando: “Cuidado que está lombrado”.

Os demais PMs da operação foram até a Rodoviária para tentar capturar Serginho. Pelas mensagens enviadas a Andrey, os agentes constataram que Serginho estava no local combinado, sendo passada a localização exata, onde aconteceu a captura. De acordo com relato de Andrey, o mesmo já estaria fazendo este tipo de trabalho para Luiz Sergio há cerca de três meses, sempre com o mesmo modo. A dupla recebeu voz de prisão e foram encaminhados para a 91ª Delegacia de Polícia, sendo constatado que o montante da apreensão chegou a 472 sacolés de pó branco, além de terem sido localizados dois celulares.

Após a apreciação dos fatos, o delegado de plantão de área, Renato Soares Viera, determinou o envio do material ao Posto Regional de Polícia Técnica e Científica (PRPTC), em Barra do Piraí, sendo constatado tratar-se de quase 1,3 quilos de cocaína, segundo a PM, quantidade avaliada em aproximadamente R$ 33 mil. Andrey e Luiz foram enquadrados no Artigo 33 da Lei 11.343/06 (Tráfico de Entorpecentes/Associação ao Tráfico), sendo posteriormente conduzidos para audiência de custódia, onde ficaram presos. A ocorrência foi realizada pelo subtenente Enes, sargento Moura e Oliveira (PATAMO), com o auxílio do cabo Dias e soldado Cardoso (RO: 91/1061/ 2018 / BOPM: 2474974).

Galeria de imagens

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...