Regras definidas para licitação do transporte coletivo

Edição: 629 Publicado por: Paulo Henrique Nobre em 09/01/2019 as 09:25

 
Leitura sugerida

Valença – Atendendo a determinação da Justiça, a Prefeitura realizará a licitação da empresa que assumirá o serviço de transporte coletivo na cidade. Para cumprir essa tarefa, o Governo Fernandinho Graça contratou empresa para realizar análise da realidade do transporte coletivo no município. E no dia 27 de dezembro, aconteceu audiência pública, onde o resultado deste estudo foi apresentado. Ele define as regras do processo licitatório e as demandas que a cidade demonstra no transporte público municipal.

Além de representantes das empresas Viação Princesa da Serra e Tecnovan, compareceram à reunião o secretário Carlos Henrique Machado (Serviços Públicos) e a procuradora Municipal, Jaqueline dos Santos, além dos vereadores Professor Rafael e Marquinhos da Saúde. O encontro foi realizado no auditório da Secretaria de Educação. A audiência foi iniciada com a palestra do empresário Márcio Gomes Bastos, da Transpor Consultoria em Transporte e Trânsito Ltda. ME, empresa contratada pela Prefeitura de Valença para realizar estudo do serviço de transporte coletivo na cidade. Márcio explicou que, quinze dias após aquela audiência – ou seja, no dia 11/01 -, o Município teria que lançar o edital de licitação. A previsão é que a nova empresa tenha o seu contrato assinado até, no máximo, março deste ano.

Márcio explicou que o estudo levou entre quatro e cinco para ser concluído. Segundo esse levantamento, Valença tem, hoje, um serviço operado em dezesseis linhas, com uma frota de 22 veículos, sendo quatro carros de reserva. Os veículos, conjuntamente, percorrem mais de 136 mil quilômetros por mês: somados nesse montante estão os percursos por linhas e horários e o deslocamento entre garagem e rodoviárias. O estudo levantou que, mensalmente, mais de 311 mil pessoas usam o serviço de transporte coletivo, sendo que cerca de 224 mil pessoas viajam nos ônibus pagando. Por outro lado, aproximadamente 105 mil pessoas são os chamados passageiros gratuitos (estudantes, idosos e portadores de deficiência), o que significa 33% do total de usuários.

Esse conteúdo é exclusivo para assinantes. Assine já e tenha acesso ao conteúdo na íntegra!

Galeria de imagens

1 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...
avatar

jcl em 14/01/2019 às 14:52 disse:

Só compareceu a Viação Princesa da Serra e Tecnovan, não tem outras Empresas interessadas no serviço de transporte público de Valença?, se for isso vai continuar o péssimo serviçi prestado por elas.
responder O comentário não representa a opinião do jornal! A responsabilidade é do autor da mensagem!
avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...