Caxumba: surto pode atingir quem não se imunizou

Edição: 641 Publicado por: Paulo Henrique Nobre em 03/04/2019 as 10:58

 
Leitura sugerida

Valença – Redes sociais registram surto de caxumba e Prefeitura confirma. Em cerca de dez dias, foram 23 casos confirmados. Secretaria de Saúde aguarda agora investigação dos pacientes infectados para conhecer o seu histórico de vacinação. De acordo com o Governo Municipal, ter a vacinação em dia é suficiente para impedir a infecção.

Segundo a secretária de Saúde, Soraia Graça, casos esporádicos de caxumba são normais de aparecerem. “A caxumba faz parte da vacina da infância, do calendário de vacina das crianças na infância. São duas doses que a gente toma quando é pequeno. E isso, a gente está na investigação, a Vigilância em Saúde está investigando, pegando a caderneta de vacinação dessas pessoas que tiveram a caxumba, para ver se elas tomaram as duas doses da vacina na infância. [...] Normalmente, quem é vacinado não adquire a caxumba”. Segundo a secretária de Saúde, é possível acontecer que, pessoas devidamente imunizadas na infância, contraiam a doença, o que não indica a ineficiência da vacina. “A maioria das pessoas que se vacina não adquire a doença na fase adulta”.

Soraia lembra que o cuidado agora de cada um deve ser em verificar se sua caderneta de vacinação está completa. “Se já tomou as duas doses de vacina, não precisa tomar outra. Mas se não tomou, se tomou uma só, tem que tomar outra. Se não tomou nenhuma, tem que tomar as duas!”.

Esse conteúdo é exclusivo para assinantes. Assine já e tenha acesso ao conteúdo na íntegra!

Galeria de imagens

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...