Biblioteca passará para a Educação

Edição: 677 Publicado por: Redação em 11/12/2019 as 14:56

 
Leitura sugerida

O secretário municipal de Cultura e Turismo e vice-prefeito, Hélio Suzano, recebeu com tranquilidade as críticas da servidora Márcia e alegou que está disposto a tomar as medidas necessárias para auxiliar na promoção da Biblioteca Municipal. Em entrevista ao Jornal Local, o secretário disse que a Prefeitura atenderá ao pedido e passará a competência da Biblioteca para a Secretaria Municipal de Educação.

 

Jornal Local - Estrutura precária: a bibliotecária afirma que a Biblioteca não tem climatização, sendo necessário abrir a janela para arejar o ambiente. Também não tem acessibilidade, pois nenhum cadeirante consegue transitar entre as estantes. Estantes antigas amarradas com arame. Problemas com as tomadas, que são antigas e podem provocar incêndio. Falta de equipamentos anti-incêndio. Ausência de EPI (luvas, máscara, touca, etc.) para lidar com obras raras. Obras raras acumuladas em local inadequado. Segundo ela, essas coisas foram todas já comunicadas à Secretaria. Por que providências não foram tomadas anteriormente?

Hélio Suzano - É de conhecimento de todos as dificuldades estruturais da biblioteca que vem se arrastando por anos. Não é segredo para ninguém e muito menos para nós. Foi importante a bibliotecária colocar luz sobre estas questões. Tenho espírito público para isto. Encontrei esta biblioteca em condições piores, desmobilizada, desmotivada e o pior: sem voz, em silêncio... Desde o início de nossa gestão venho buscando em meio a grave crise no fluxo de receita dos Municípios e Estados, atender as demandas da biblioteca com material de consumo e o mínimo de estrutura que garanta a segurança e comodidade dos usuários. Garantido diálogo e frequentes participações da bibliotecária em palestras, assembleias e sindicatos. Dando voz a ela. Sonho com uma estrutura melhor, permanente, mas que ainda não foi possível. Mas reforço, atenção não tem faltado de nossa parte.

 

Jornal Local - Segundo ela, há apenas dois funcionários na biblioteca. Com isso, a Biblioteca precisa fechar para almoço. A Secretaria poderia colocar mais funcionários para o atendimento?

Hélio Suzano - É preciso destravar o concurso público para resolver esta questão. Reconheço a dificuldade, mas destaco que neste nosso período, vários funcionários passaram pela biblioteca e que, por este ou aquele motivo, não se adaptaram. O correto, e estamos trabalhando para isto, é destravar o concurso e abrir vagas para a biblioteca.

 

Jornal Local - Antes de ser retirada da Biblioteca e levada para Conservatória, a bibliotecária conta que havia um Kit de aparelhos, doados pela Biblioteca Nacional. Quando ela retornou, o material tinha sido retirado e, hoje, se encontra na Secretaria. Ela já teria pedido o retorno dos aparelhos, mas isso não ocorreu. Por que?

Hélio Suzano - Bom frisar - e faltou isto - que estes fatos relatados (transferência para Conservatória, sumiço de quites doados, etc., etc.) foram no governo passado, antes da nossa posse. Desde o início, venho buscando no Departamento de Patrimônio estes materiais, sem, entretanto, ter sua identificação documental desta doação confirmada. A desordem era muito grande. De qualquer forma, continuei trabalhando para oferecer a melhor estrutura possível, ainda que não fosse a estrutura desejada por todos nós.

 

Jornal Local - Ele pede que a Biblioteca seja transferida para a Secretaria de Educação. Qual a opinião do Governo sobre isso?

Hélio Suzano - Isto já estava no nosso radar desde o início: levar a Biblioteca para a Educação, onde já existe estrutura e verbas. Já estamos com projeto de lei pronto para dar entrada na Câmara ainda esta semana. O que ressalto sempre é a existência e autonomia da nossa Biblioteca com toda sua história e importância.

 

Jornal Local - Ela pede que seja destinada para um local permanente, uma sede própria. Há possibilidade de isso ocorrer?

Hélio Suzano - Um local permanente é como uma casa própria: sonho de todos. E neste período natalino, quando as crianças do mundo todo fazem suas cartinhas para Papai Noel, temos que ter a consciência, a responsabilidade de dizer que nem tudo é possível. Temos que viver com isso. Estudamos possibilidades para a Biblioteca, relacionando espaços, vendo prós e contras. E agora, com essa transferência para a Educação, teremos finalmente a solução para que a Biblioteca tenha a autonomia plena que merece. Deixarei esse legado.

 

Jornal Local - A Biblioteca tem perdido número de visitantes, por falta de divulgação. Ela ressaltou que, anteriormente, quando havia mais funcionários, ela podia fazer eventos, o que não consegue hoje. Como aumentar a divulgação da Biblioteca para atrair visitantes?

Hélio Suzano - O Departamento de Comunicação da PMV está a disposição de todos os setores da Prefeitura. Várias e várias vezes isto foi informado. Basta que essa bibliotecária tenha um plano de trabalho para ser divulgado. Inobstante a isto, muitos setores criaram perfil nas redes sociais para divulgar seu trabalho. Sito o Sine Balcão de Empregos como exemplo. Há que se ter iniciativa, plano de trabalho e propósito para vencer as dificuldades.

0 comentários

avatar
Escreva seu comentário...
Seu nome...
Seu email...